Os benefícios das atividades e exercícios físicos para grávidas

Pregnant yoga woman meditating. Close-up

Muitas gestantes têm receio de praticar atividades físicas durante a gestação com medo de prejudicar o bebê. No entanto, quando realizados com autorização e acompanhamento médico, exercícios físicos de pouco impacto são ótimos não apenas para o bem-estar e saúde da mãe, como para o seu bebê.

Natação, hidroginástica, caminhadas, pilates e yoga são as atividades mais populares para as gestantes, mas não é possível definir uma lista geral de exercícios, apenas um especialista, avaliando cada caso, pode recomendar uma série de atividades que seja benéfica e adequada para aquela futura mamãe.

Entre os principiais benefícios de praticar atividades físicas durante a gravidez, podemos destacar:

Melhora na respiração e bem-estar

Atividades como meditação, pilates e yoga tratam a respiração como um ponto essencial. Treinando a respiração a gestante aumenta sua resistência, fortalece as vias respiratórias e se prepara melhor para o momento do parto. Esses tipos de atividades também exigem muita concentração, incentivando a mulher a reconhecer e canalizar sentimentos e pensamentos, auxiliando no controle da ansiedade e do stress e diminuindo consideravelmente o risco de depressão pós-parto.

Redução de riscos provenientes da gestação

Existe uma série de risco à saúde da gestante que podem ser adquiridos durante a gestação, como ganho de peso em excesso, inchaço, problemas de pressão arterial e diabetes gestacional. A prática de atividades físicas ajuda a reduzir esses riscos e complicações. Com uma rotina de exercícios é possível manter um peso saudável, que não prejudicará o bebê, garantindo uma gravidez mais tranquila e permitindo que a mãe volte mais rapidamente ao seu peso anterior.

Tempo de gestação e parto

Geralmente, a série de atividades inclui exercícios de fortalecimento dos principais pontos do corpo afetados durante a gestação: músculos pélvicos, músculos abdominais e os músculos responsáveis pela sustentação da postura. Com a tonificação dessas áreas, a gestante consegue reduzir o risco de parto prematuro, da necessidade de cesárea e de complicações obstétricas, encurta a duração da fase ativa do parto (também chamada de “expulsão”), além de ajudar a proteger sua coluna e órgãos da região de problemas futuros.

Autoconhecimento e socialização

Além dos benefícios físicos, ao praticar exercícios a mãe pode conhecer e acompanhar melhor as transformações do seu corpo e aprender a amá-lo mais em cada fase. Isso melhora a sensação de bem-estar e aumenta a autoestima. A prática regular de exercícios também ajuda a gestante a não criar um isolamento social, estar em um novo ambiente, conhecendo pessoas novas e socializando, o que certamente será muito benéfico para a futura mãe.

Converse com seu médico e solicite uma avaliação, assim ele poderá recomendar uma lista adequada e equilibrada de exercícios físicos e você poderá desfrutar de todos esses benefícios para seu corpo e para o seu bebê!

Comentários

comentários