Causas, sintomas e tratamentos da depressão pós-parto

mãe

A depressão pós-parto é mais comum do que se imagina. A mãe espera ansiosa o nascimento do seu bebê, e quando ele chega, de repente ela é tomada por uma avalanche de sentimentos: medo, angústia, tristeza e até culpa se misturam. Existem muitos aspectos que podem colaborar para o desenvolvimento de uma depressão pós-parto, e também, diversos tratamentos e cuidados para evitá-la.

Causas

Durante a gestação, a mãe libera uma grande quantidade de hormônios como estrogênio e progesterona, que ajudam no desenvolvimento do feto. cheap mu legend zen Após o nascimento do bebê, essa produção hormonal diminui rapidamente causando um desequilíbrio do organismo da mãe, a partir de então ela pode passar por uma montanha-russa de emoções. Buy MU Online Legend Power Leveling Caso a grávida tenha predisposição para transtornos psicológicos, a atenção deve ser redobrada. mu legend items online Traumas durante o período da gestação ou problemas e preocupações em uma gravidez anterior também podem ser um agravante.

Sintomas

É muito importante distinguir uma tristeza momentânea ou o cansaço diário da depressão pós-parto. O problema pode se manifestar durante a gravidez ou até um mês após o parto. Nos primeiros dias com o bebê, é comum que a mãe se sinta um pouco triste, meio perdida e até insatisfeita com as mudanças no seu corpo, mas no geral, essas emoções devem passar em algumas semanas. Os sintomas mais comuns da depressão pós-parto são: total falta de disposição para tarefas diárias, rejeição ao bebê, insegurança e medo excessivo acompanhado do pensamento de que não conseguirá ser uma boa mãe, sentimentos constantes de desespero, infelicidade e até raiva da situação atual. cheap mu legend zen

Prevenção e tratamentos

A depressão pós-parto não é algo previsível, no entanto, é possível tomar algumas medidas para reduzir consideravelmente as chances de desenvolver o problema. Fazer o acompanhamento pré-natal é essencial não só para o bebê como para a mãe também. Acompanhar os níveis hormonais, manter uma alimentação saudável e praticar exercícios autorizados pelo médico são formas de garantir o bem-estar da grávida. O primeiro passo para que a mãe possa buscar tratamento é que ela aceite a situação. É muito comum que as mulheres sintam vergonha em assumir os sintomas da depressão pós-parto, com medo de serem julgadas. Entre as opções de tratamento temos: Psicoterapia Sessões com um psicólogo ou psiquiatra especializado no tratamento desse tipo de depressão podem ser suficientes para resolver o problema. Terapia em grupo Existem alguns grupos de mães que se reúnem para compartilhar suas histórias e contar suas experiências com a depressão pós-parto, conversar com mulheres que passaram pela mesma situação pode ser de grande ajuda para a mãe. Terapia hormonal Apesar de não ser comprovado cientificamente que esse tratamento pode tratar a depressão pós-parto, ele pode ajuda a neutralizar a repentina mudança nos níveis de hormônios. mu2legendzen Medicamentos Em alguns casos, o médico pode recomendar o uso de antidepressivos, que devem ser administrados sempre com a orientação do mesmo. Se você conhece alguém ou acha que pode estar com sintomas de depressão pós-parto, procure ajuda.

Comentários

comentários