4 dicas para fotografar o bebê

Em tempos de redes sociais, smartphones e Instagram, é quase impossível deixar de registrar os melhores momentos dos pitucos, seja em foto ou em vídeo. E quem é que disse que só dá para tirar fotos boas sendo fotógrafo profissional ou tendo a melhor câmera do mundo? Muito pelo contrário! Com algumas dicas básicas, é possível criar um super álbum de fotografia do seu pituco! Veja abaixo: – Luz: uma boa iluminação faz toda a diferença na hora de fotografar. Evite, portanto, horários em que a luz natural é ruim, como no fim da tarde e à noite. O dia é mais bonito pela manhã e as fotos ficam com mais qualidade. Vale tomar um cuidadinho a mais com a exposição direta ao sol, pois essa luz cria sombras mais intensas e pode deixar as fotos com um aspecto mais escuro. – Fundo: quer que as fotos tenham um ar mais “profissional”? Prestar atenção ao plano de fundo, portanto, é essencial. Prefira fundos neutros, sem muita “bagunça” atrás. Desse jeito, o pituco se transforma no centro das atenções. Se é difícil achar um espaço assim em casa, faça uso de lençóis brancos e toalhas, criando um fundo de mentirinha. Interação: não há nada mais lindo que conseguir capturar uma gargalhada gostosa ou a carinha desconfiada e atenciosa dos pitucos, não é? Pois bem, o caminho para fazer essas fotos perfeitas é interagir com o bebê durante a sessão de fotos. Você pode cantar, fazer brincadeiras ou segurar algum objeto que atraia a atenção dele, em direção à câmera. Não é a tarefa mais fácil do mundo, mas comum pouquinho de prática você pega o jeito e, de quebra, tira fotos lindas! – Naturalidade: não coloque a criança em posições forçadas, fazendo caras e bocas para uma simples foto. Do jeito natural fica muito mais bonito, pode acreditar! Sem forçar a barra, as fotos ficam mais descoladas e os pitucos mais à vontade.

Comentários

comentários